Pus-me a olhar no espelho
E de olhos fechados para
Enxergar minh’alma

Tão liberta e sem
Prisões, não vi
Nenhum deus criando destinos

Era a liberdade estampada
Em claros sorrisos
Voltados pra mim

Sorri, e sorri
De volta ao ver

Lindas asas que fazem voar

Anúncios