Hei de ser longe… hei de ser novo a cada instante.
Eu me suporto como uma mão que ergue uma pena,
e se esforça em não perdê-la quando o vento vem.
É tão leve e desequilibrado viver,
que eu me perco em todas minhas vontades
e as torno em vontade de coisa alguma.
É que sou assim… livre.

Anúncios