Eu joguei na mesa
– como jogo de baralho aberto,
Todo esse meu silêncio.
Já não penso que qualquer movimento, esquiva, seja o suficiente.
Estou cansado… Exausto até.
E pela primeira vez eu não quero ter que agir após vasto pensamento.
Eu só pus meu barco de papel na beira na calçada esperando a chuva chegar.

Anúncios